A  gigante Visa revelou  está a tentar contratar um engenheiro de software para ajudar a criar  uma   rede segura e  escalável baseada no blockchain.

A 26 de Dezembro, a Visa Europa publicou um resumo de  "Por que 2015 foi o ano dos pagamentos",  afirmando que 2015 foi pautado por  muitas inovações no setor de tecnologia financeira.

Blockchain e Bitcoin, agora mais real do que nunca

O inicio de 2015 foi marcado por muita "conversa" sobre  Fintech   (tecnologia financeira  ) centralizada na  Bitcoin, mas com o decorrer do dano ano o foco mudou substancialmente para o blockchain a tecnologia que "dá vida" á bitcoin.

 

 

A Visa Europa é a mais recente instituição financeira a anunciar experiências com a tecnologia blockchain ao revelar que está a trabalhar na tecnologia para alavancar o mercado de remessas internacionais.

Embora muitas das empresas do género prefiram blockchain's privados, a Visa Europe Collab e o seu parceiro de projecto afirmaram que os testes serão feitos no blockchain da Bitcoin.

Este teste é importante na medida em que o sector de remessas tem sido identificado como uma das áreas onde a tecnologia da Bitcoin, o blockchain, pode ser revolucionária.

 

Sobre a escolha da Bitcoin em detrimento de soluções fechadas (blockchain's privados):

Enquanto outros projectos têm utilizado blockchains privados nos seus testes, a Visa Europa e o projecto 'Epiphyte' têm equacionado o blockchain da Bitcoin como a melhor forma para juntar as duas modalidades de registos, os proprietários dos Bancos e os sistemas abertos (blockchain).

A rede e a segurança da Bitcoin torna o blockchain ideal para clientes empresariais, como a Visa Europa, que procuram estender os  seus sistemas de pagamento. Por exemplo, se um prestador de serviços Bitcoin está com problemas, a natureza aberta da plataforma Bitcoin permite que os pagamentos sigam outra rota através de outro prestador de serviços.

 

Fonte | Tradução jornalbitcoin.pt

 

JornalBitcoin Newsletter

Bitcoin Videos