Banco Central do Bangladesh acusa a NY Federal Reserve de perder 100 milhões num ataque informático

O banco central do Bangladesh acusa a  filial do banco central dos Estados Unidos pelo roubo de  mais de 100 milhões de dólares.

Os dirigentes do Banco Central do  Bangladesh  acusam a  "Federal Reserve Bank of New York( FED)" de não impedir que hackers  tenham conseguido desviar  100 milhões, que teriam sido depositados  , A FED detém títulos do Tesouro dos USA , barras de ouro e outros activos de cerca de 250 governos estrangeiros e instituições.

 

 

Shamim Ahamad afirmo na Embaixada de Bangladesh em Washington que : 

"O Fed tinha a responsabilidade de manter o dinheiro seguro, suspeitamos que  hackers chineses terão efectuado o desvio"

Por outro lado o ministro das finanças do Bangladesh , afirma que   vai abrir um processo contra a FED  num tribunal internacional para recuperar o dinheiro

"A falha que causou o desvio  foi na Reserva Federal dos Estados Unidos, por isso vamos abrir um processo num tribunal internacional contra a FED dos EUA"

A FED nega  a acusação do Bangladesh, e afirma que  nada aponta para que o desvio tenha sido efectuado por hackers.

"Até o momento, não há nenhuma evidência de qualquer tentativa de entrar nos sistemas da Reserva Federal com ligação aos pagamentos em questão", disse um porta-voz  da FED New York  em  comunicado divulgado à vice-News e outros meios de comunicação. "Não há nenhuma evidência de que qualquer sistema da FED tenha comprometido."


O banco, no entanto, reconheceu que alguém moveu o dinheiro.
"As instruções de pagamento em questão foram totalmente autenticadas pelo sistema de mensagens SWIFT, de acordo com os protocolos de autenticação padrão", segundo o  comunicado do FED, referindo-se à  Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication  (SWIFT)  que os bancos usam quando transferem dinheiro internacionalmente.

Enquanto isso, outros desenvolvimentos na Ásia podém complicar ainda mais a questão.


O jornal Daily Dinkel  publicou na terça-feira que as autoridades tinham confiscado os  os passaportes de um punhado de funcionários  do Banco do Bangladesh. Os relatórios não dizém  porque foram apreendidos os passaportes, mas Dhaka Tribune sugeriu na quarta-feira que eventualmente o desaparecimento dos 100 milhões puderá  ter sido efectuado a partir de dentro do pŕóprio banco.

 

Fonte

Rate this item
(0 votes)
 

JornalBitcoin Newsletter

Bitcoin Videos