New York projecto de lei propõe backdoors nos Smartphones

Um novo projecto de lei para avaliação  na Assembleia do estado de  Nova York teria  deverá obrigar os fabricantes de smartphones a  desbloquear e descodificar os  seus telefones a pedido das forças policiais  para a instalação de  backdoors sempre que tal seja requerido.

 

 

O projecto de lei, apresentado pelo deputado Matt Titone no verão 2015 foi enviado à comissão na semana passada,  e propõe uma multa de 2.500 Dólares  para cada dispositivo que não cumpra  a exigência, como revelado pela publicação  On The Wire.

A exigência principal do projecto de lei  é:


"Qualquer smartphone fabricado  após 1 de Janeiro de 2016 e vendido ou alugado  em Nova York, deverá poder  de ser desencriptado  e desbloqueado pelo seu fabricante ou pelo fornecedor de sistema operativo.


A criptografia  tem sido um tema quente no  debate entre os responsáveis ​​políticos e as empresas de tecnologia.  Silicon Valley recusa-se  a ceder, alerta  que qualquer movimento para enfraquecer a  criptografia do dispositivo para a aplicação da lei é uma vulnerabilidade em si mesma, um backdoor para as forças de segurança pode também ser utilizado por  hackers mal-intencionados.


Actualmente , todos os novos iPhones e alguns telefones Android estão encriptados .


Cyrus R. Vance Jr.  alegou no debate que :"os  iPhones são os primeiros produtos de consumo na história americana a ir além do alcance dos mandados legais" e  pediu uma "solução nacional, legislativa", a propósito da  relutância da Apple em  ceder á colocação de  backdoors nos seus aparelhos.

A nota informativa incluída no projecto lei , explica o raciocínio para esta medida: "  A segurança dos cidadãos exige uma solução legislativa, e uma solução rápida e fácil . A promulgação desta lei iria penalizar aqueles que vendam smartphones que estão além do alcance da lei

O facto é que, embora  o software aumente a privacidade dos  utilizadores, dificulta seriamente a capacidade de aplicação da lei e ajudar as vítimas. Todas as provas contidas nos smartphones e dispositivos semelhantes serão perdidos para as forças policiais desde que os criminosos tomem  as precauções necessárias e  protejam  os seus dispositivos com senhas. Obviamente que o farão. Dito de outra forma , equipamentos protegidos tornam os mandatos  judiciais inuteis e encorajam os criminosos a agir com impunidade."


Contudo o  ex-diretor da NSA, Michael Hayden mostra-se  contra a solução de backdoors e expressou o seu desacordo com o plano do FBI para pôr fim á criptografia.
Ao discursar numa conferência sobre segurança cibernética em Miami Beach, o ex-diretor afirmou que o NSA 'o  melhor hacker do mundo, no entanto disse:

"Eu realmente considero  que a criptografia end-to-end é boa para a América. Eu sei que a  criptografia representa um desafio especial para o FBI. Mas no geral, eu  acho que proporciona  uma maior segurança para a nação americana do que a alternativa: a instalação de backdoors."

 

 

Fonte

Rate this item
(0 votes)
 

JornalBitcoin Newsletter

Bitcoin Videos