GAW Miners LLC e ZenMiner LLC acusados formalmente de Fraude

 

Duas empresas dedicadas a operações de 'mining' de Bitcoin e o seu fundador foram acusados de usar esquemas em pirâmide como forma de enriquecimento ilícito, ao defraudaram investidores num esquema avaliado em 20 000 000.00$ , de acordo com a "EUA Securities and Exchange Commission".

A comissão acusou de fraude a GAW Miners LLC, a ZenMiner LLC e o fundador Homero Garza, de acordo com uma queixa apresentada no Tribunal Distrital do Connecticut EUA. 

Em sua defesa e segundo o seu advogado, Marjorie Peerce, Garza lamenta que a SEC tenho colocado uma acção contra ele. 

Apesar dos esforços para localizar as duas empresas, os mesmos não foram bem sucedidos. Garza realizou a venda fraudulenta de contratos de investimento a que chamou "Hashlets", que representavam participações nos lucros das empresas visadas. Ora nem Garza, que agora vive em Brattleboro, Vermont, nem as empresas, com sede em Bloomfield, Connecticut, detinham o 'HashRate' suficiente para 'minar' conforme o que estava contratado, segundo a SEC.

Como resultado, muitos investidores pagaram por um poder de computação que, de facto, nunca existiu. Além disso, Garza pagou dividendos a alguns investidores com base nas vendas efectuadas a outros.

Garza e as empresas venderam 20 milhões de dolars em contratos de investimento a 10.000 investidores entre Agosto e Dezembro de 2014. Os investidores, por norma, compraram os seus Hashlets através de um portal de compras .

"A maioria dos investidores Hashlet nunca recuperou o montante dos seus investimentos e poucos obtiveram um lucro", disse a SEC.

 

Fonte | Tradução por jornalbitcoin.pt

Rate this item
(0 votes)
 

JornalBitcoin Newsletter

Bitcoin Videos